sábado, 8 de dezembro de 2007

O importante é o que importa

"E quando você olha para o céu, você sabe que está olhando para estrelas que estão centenas de milhares de anos-luz distantes de você. E algumas das estrelas nem existem mais, porque a luz dela leva tanto tempo para nos alcançar que elas já estão mortas, ou já explodiram e colapsaram em anãs vermelhas. E isso faz você se sentir muito pequeno, e se você tem coisas difíceis na sua vida é agradável pensar que elas são o que é chamado insignificantes, o que significa que são tão pequenas que você não deve levá-las em conta quando está calculando alguma coisa".

Não sei quem escreveu. Li em um livro onde o narrador era um garoto autista que adorava cálculos, e nesse trecho ele explica por que matemática não é difícil. Bom, apesar de sentir-me muito pequeno diante do universo quando vou fazer cálculos, nunca os acho simples...
Mas se a gente troca os cálculos pela vida, fica melhor...
Achar que os nossos problemas são os maiores do mundo, só deixa tudo mais difícil de se resolver. Se importar com a vida dos outros se mesmo a nossa é tão "insignificante" não tem fundamento algum.
Enfim, dar importância ao que tem mesmo importância é tudo o que devemos fazer. Lógico que corre-se o risco de parecer apático ou desinteressado das coisas, mas nada melhor do que estar bem consigo mesmo, e se importando só com as coisas que devem nos importar, não é?

3 comentários:

Darlan disse...

Ótimo texto...E eu, particularmente, acho que muitacosa importa,mas nem tudo é prioridade. Talvez nos esqueçamos de ver as pequenas coisas, os pequenos atos, o pequenos gestos...isso pra mim importa bastante! Ver aquilo que não é tão simples de se ver, isso é importante! =) Quanto às coisas banais e desimportante, existe indiferença pra isso... rs


abraços!

nathalia disse...

legal

bjus

paulinho disse...

O impotartante é o que importa!

só!

\o/