domingo, 10 de fevereiro de 2008

EU TE AMO

"Se tudo passa, como se explica
O amor que fica nessa parada?"
Hoje faz um ano. Será que você lembra? Aquelas palavras mal encaixadas umas nas outras, tentando explicar aquele amor guardado por tanto tempo, sem saber no que ia dar o resultado daquilo tudo. Amizade colorida? Amizade somente? Namoro? O jeito foi chutar e ver o que acontecia. E foi melhor do que pensei. Foi melhor do que sonhei, foi melhor do que eu teria escrito caso se tratasse de uma história de amor. E era. E foi. E é, por que não? uma história de amor, sem pontos finais, assim como você quis - embora não saiba se ainda o quer assim, sem fim. De lá pra cá tanta coisa mudou... Só não o meu amor por ti. Esse, se não aumentou, permenece inalterado. Não consigo não te amar. É mais forte que eu. "E quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração? E quem irá dizer que não existe razão?". Não estou seguro de que possa dizer o mesmo quanto ao que sente por mim, mas prefiro pensar que não vai me esquecer, ainda que o espaço que ocupo aí talvez esteja perdido no meio de tantos outros nomes, lembraças, sentimentos... Guardo tudo que de bonito nos aconteceu. Guardo com todo carinho possível e imaginável. Um dia você me disse que "nada é impossível, no máximo, é improvável". Fiquei pensando por um bom tempo nisso, e depois tive a prova - dada por você mesmo - de que nada é impossível. E naquele momento, o mundo parou, e tudo que me aconteceu nos dezoito anos anteriores foram compensados por aquele instante. Magicamente, não mais de alguns segundos, que se estenderam por toda uma vida. Isso tá parecendo papo daqueles românticos incuráveis. Talvez seja mesmo. Mas e daí? Se tivesse sido ruim, não teria deixado saudades, não teria me permitido pensar nisso todas as noites desde então. Cada lágrima que rolou, cada olhar, cada palavra (talvez não dita, mas escrita, na maioria das vezes), cada gesto, cada abraço, tudo, tudo tatuado na memória, fazendo parte dessa vida errante e solitária, porém feliz, apesar de melancólica. Hoje olho pra você e te vejo sorrindo ao lado do seu amor. Isso me alegra, me dói mas me alegra. Dói porque não está comigo, mas me alegra por estar bem. Tem tanta coisa, tanto sentimento, que me perco. Nas lembranças, nas conversas, nas noites não dormidas, pensando em você... Mas também, quem é que nunca passou por isso? Talvez seja só "mais um" amor, e talvez eu não me permita esquecer porque foi o PRIMEIRO. Em todos os sentidos. E talvez porque não queira ser esquecido também, mesmo não tendo sido o primeiro pra você. Só uma coisa iria me doer mais do que a sua ausência: a minha ausência em ti; o "ser mais um" entre outros tantos amores, curtições e sei lá mais o quê. Me diga que serei lembrado. Minha alma egoísta e apaixonada pede por isso. E mais: ela tem vontade de você outra vez. Do seu toque, do seu cheiro, do seu beijo tão gentil. Uma única vez. A ÚLTIMA. Para ficar para sempre guardada, inesquecível como a esperança que nunca cessa dentro em mim; indelével e inabalável, como o AMOR que sinto por você.

5 comentários:

Escriba Eventual disse...

Nossa, que declaração?! :)
Esse é um dos tipos de amor mais bonitos: incondicional.
Não importa se a pessoa está com você ou não. Importa se ela está feliz, esteja onde estiver. Essa é uma experiência e tanto e que nem todos têm...

Em tempo: quanto a virar um cachorro...sabe que não seria uma má idéia?! hehe

Escriba Eventual disse...

Eternos inconformados, não é assim?!

Que bom que gostou! É a primeira pessoa que não conheço que elogia um texto meu, por isso muito válido =)

bjo

Darlan disse...

É, com toda certeza, umas das coisas mais belas que já li, das mais verdadeiras e das mais cruas.

Abração, Anderson!

Escriba Eventual disse...

justamente a simplicidade da minha linguagem é que, as vezes, penso que deixam os textos ruins...vai entender

sócea disse...

ual, seus textos são tão impressionantes meu sócio! *-*
eu não sei escrever tão bonito assim.. mas eu entendo perfeitamente ok? aqui é tudo tão intelectual :x
UASHUSAHSAUSAHUSAHU
mas dexaaa..
então, o negócio é um segundo sol!
te amo meu querido
e eu estou aqui para oq vc precisar! (L)