quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Te espero para o chá, às cinco.

"Janelas e portas vão se abrir pra ver você chegar"
Esse tal de Amor. Acho que é meio como Deus. A gente sabe que existe porque ouve falar, tem fama de ser bom e tudo... Mas nunca dá as caras. Pra mim pelo menso não. Mas não guardo ressentimento. Pode ser por pirraça que ele não aparece, mas também pode ser que eu ande me escondendo, então, por via das dúvidas, prefiro acreditar que o Amor é bonzinho e que um dia, em forma de alguém, ele venha tomar um chá aqui comigo, ou um café, e nós nos ocupemos, pelo resto dos tempos, um do outro. Simples assim.

2 comentários:

paulinho disse...

Hmmm adorei o texto, novidade nenhuma neh!?
Eh tomara que ele apareça mesmo pra tomar um chá, que sinta-se confortável, e que queira ficar pra os Jantares, Café da Manhã, Almoço, Lanches; mas que não engorde, ficar fora de forma é ruin!

ahhhhhhhh AMEI O TEXTO!

Darlan disse...

Cara, que texto espetacular! *-*

ah, uma das definições sobre o amor que mais gostei, e olha que eu já li muitas... rs Espero que meu chá das 5 chegue logo. rs

abraço.